12 de fevereiro de 2008

Tentando voltar ...

Aqui estou eu novamente.
Super hiper enrolada, como sempre. Na verdade, tenho muitas coisas na net e com o meu dia-a-dia enlouquecido acabo não dando conta nem da metade. Quando adianto o e-mail, atraso meus grupos, qdo arrumo o fotolog de Cora, esqueço do Panela, e por aí vai...
Na última vez que escrevi, comentei que faria um balanço sobre meu ano passado, vou tentar falar um pouco sobre isso.

No geral, um ano muito bom.
Essa oportunidade de poder estar em casa com minha filha, acompanhando o desenvolvimento dela é fantástico. A cada dia uma coisa diferente, e é tão rápido que se vc não estiver atenta escorre entre os dedos.
Isso pra mim, foi o ponto mais alto de 2007. Positivo!

Meu relacionamento com o Binho sempre daquele jeitinho bom, cada dia uma nova nuance. Cada dia hora de ceder daqui, de exigir de lá. Amando, brincando e curtindo, como tem sido sempre durante esses quase 13 anos.

Muitas saudades de algumas pessoas que não podem estar perto, porque nesse momento desenvolvem outras coisas em suas vidas.
Muitas saudades de poder conversar com meu amigo Clebinho.
Putz, que falta ele me faz!
De conviver com minha Quinha, ai essa vida de casadas heim???
De poder rir com as loucuras de Hugo ao vivo e a cores, pois no momento nossas sandices só via web mesmo.
E tantas outras pessoas amadas... Ana Pontinha, as Carlas, meu primo Léo, Ana Raquete, puta merda é tanta gente...(pessoas não fiquem com ciúmes, se eu colocar o nome de todos aqui vai ficar foda!rsrs)

Tive a confirmação de algo que me chateou e me magoou demais.
A certeza que muitas vezes, damos um valor a alguém que não irá retribuir a nossa expectativa.
Ok, tá bom. Nunca devemos esperar nada de ninguém, amizade não é cobrança, amizade é doação!
Porra, mas sou humana, e me vejo sim cobrando isso.
Porque vc se doa tanto, se preocupa, praticamente se entrega a uma pessoa e num belo dia de sol essa pessoa pega um botãozinho off (que eu nem sabia que existia entre amigos) e simplesmente desliga.
Sem dizer tchau, sem dizer porque, simplesmente desliga.

Com certeza, foi uma das maiores decepções da minha vida.
O meu conforto é que sei que sempre dei o melhor de mim, sempre.
Nunca faltei, mesmo distante. Sempre tivemos uma amizade clara, limpa. Falando o que sentia, sempre muito fortes, claras e sinceras.
Não disse uma palavra sequer que fosse causar afastamento, pelo contrário, ofereci o que tenho de mais valioso e importante na minha vida e essa pessoa simplesmente rejeitou.
Sem palavras, sem nada...
Enfim, página virada, essa é a última vez que falo sobre esse assunto.

Pra fechar o pacote de 2007, o falecimento do meu tio.
Caralho, ainda não digeri isso.
Não tenho religião, mas acredito em reencarnação, tenho uma idéia bem tranqüila das coisas, mas a morte dele até hoje não desce.
É uma falta do caralho, nem posso pensar nele que caio no choro.
Vcs devem pensar, nossa, devia ser grudada nele.
Não, não era.
Era meu tio paterno preferido, isso já falei aqui.
Nos víamos pouquíssimo, mas sempre tinha notícias dele pelo meu pai.
E qdo rolava os encontros, putaquepariu, era muiiiiiiiiiiiiiiiito bom!

Nesse final de semana, fui almoçar com meus pais.
Minha mãe fez 60 anos na sexta, daí rolou um almoço lá, e sempre noto que meu pai ficou mais triste.
Como se estivesse quebrado alguma coisa, eu sei que é meu tio Vicente.
Daí sinto mais, pois vejo o sofrimento do meu pai.

Porra é foda!!!

Bem, estou voltando (bem pelo menos tentarei).
Sei que esse blog não é dos mais concorridos.
Mas, estou voltando.

beijocas

2 comentários:

Flores em você disse...

Amiga, eu também estou tentando voltar, mas como é difícil, vc disse tudo, agente se dedica a uma coisa e deixa outra um pouco de lado, aí corre pra outra e fica uma terceira meio abandonada.
Eu tenho que estabelecer algumas prioridades, pq. nesse ritmo estou deixando muitas coisas de lado e me sentindo meio pressionada a fazer tudo sabe?
De qualquer forma querida um 2008 maravilhoso pra vcs, que as coisas boas de 2007 continuem acontencendo e que aquelas não tão boas assim possam melhorar.
Grande beijo pra vc e pra linda Cora.

Elisa disse...

Parece que estamos conectadas!
Li teu post e vi que passei pela mesma decepção que tu.
E pior: fiquei calejada e não acredito em mais ninguém!
Hoje mesmo respondi um questionário no qual a penúltima pergunta era: de quem vc tem saudade?
Sabe o que respondi? "De mim, antes de deixar de acrenditar nas pessoas".
E tenho mesmo! Muita saudade.
Bjks