26 de agosto de 2014

Transformação



Nesses tempos passei por profundas transformações.
Mergulhei dentro das muitas Anas que existem dentro de mim, descobri formas, movimentos, desejos e sabores. Na verdade eu nem sabia que existiam tantas de mim assim, e foi uma grande surpresa.
As lágrimas, as dúvidas, as dores, a saudade, tudo foi vivenciado intensamente a exaustão, não foi fácil.
Passado, presente, futuro, fundiram-se.
Aqui estou, recomeçando depois de um processo dolorido de implosão e explosão, agora numa fase de se reerguer, de aceitar...as coisas são como são. Infelizmente, nem tudo depende só de nós, as vezes algumas pessoas se perdem, e nos arrastam junto, porque tínhamos nosso destino atrelado a elas
Agradeço muitíssimo ao bom destino que tive, apesar da perda, apesar de tudo.
Muitas mortes vivenciamos na vida, isso é uma grande verdade...

Minha grande descoberta final foi:
Como somos gigantes...
quanto amor que cabe dentro de nós...
O amor não tem limitação.
Não existe certo ou errado.
Não existe perto ou longe.
O que existe é o amor apenas, e ele por si só já é tudo!



Imagem: Juliana Silveira mais uma vez me presenteou com uma bela imagem, agradecida Ju!



18 de agosto de 2014

Leonilson



Nesses dias lendo algumas conversas de facebook no perfil de uma amiga, leio um nome: Leonilson.
Corro pro tio google pra saber de quem falavam, e me deparo com um cara genial, com uma obra tocante e um desconhecido para a grande maioria das pessoas.
O que acontece nesse país, onde as pessoas só são reconhecidas após a morte e as vezes nem dessa forma? Como eu nunca tinha ouvido falar nele? Como?

Falei com ela sobre isso, e fui presenteada por esse trabalho dele chamado "Sob o Peso dos Meus Amores" que me levou as lágrimas imediatamente após a leitura. Agradecida Micheliny Verunschk, que vem me dando nesses tempos de amizade virtual, pequenas viagens ao fundo do peito.


Eu vejo a distância
Eu vejo os atalhos
Eu vejo os perigos
Eu vejo os outros gritando
Eu vejo um
Eu vejo outro
Não sei qual amo mais

Sob o peso dos meus amores

(Leonilson)

Pra saber mais sobre ele, entrem aqui: Projeto Leonilson

17 de agosto de 2014



Meu amor não depende
do seu "sim"
ou do seu "não"
da sua presença
ou da sua ausência
da sua voz 
ou do seu silêncio
aprendi que meu amor
é
existe
não insiste
não é hábito
habita.
Eu sinto
independente
do seu sentir.

(Zack Magiezi)


12 de agosto de 2014

Musculação: 1 Mês !





Dia 9 fez um mês que estou indo para a academia fazer musculação + ergometria, e incrivelmente já me sinto completamente adaptada a nova rotina. Ouso falar até que senti falta nos dois dias que tive que faltar por absoluta necessidade.

Me sinto mais animada, essa é a primeira diferença gritante depois que comecei.  Andava muito pra baixo, com muitos grilos na cabeça, cansada, desmotivada, isso, a palavra é essa desmotivada. Daí fui fazer algo que eu não gosto, e tive esse UP.

Ahhh mundo que dá voltas né?

Nesses dias ouvi num programa falando que o corpo só assimila como rotina a partir de 8 semanas de atividade física contínua, então, estou a caminho, falta pouco para isso.

Ainda não vi diferença esteticamente falando, acho que vai demorar um bocado pra ver esse resultado, mas agora eu vou adiante, nada me desanima mais.

É isso, 1 mês de musculação!

11 de agosto de 2014


Fabulário 22h:12min


ia desfazendo as costuras da vida
e refazendo-a em um amor de imaginação
parando de frequentar realidade
parando de vestir palavras
nua!
presa dentro do tempo
o lugar de amar
onde os dias, meses e os anos
não existem 
e maravilhada
amou o seu segredo.

(Zack Magiezi)


ps: sabe daquelas coisas que você lê e pensa: Essa foi escrita exclusivamente pra mim? Então...







1 de agosto de 2014

Agosto o mês do desgosto...




Sempre ouvi essa frase:

   "Agosto o mês do desgosto!"

Achava uma grande bobagem, não sou dada a essas crenças bobas, mas enfim, eis que um dia entendi o porque dessa frase.
Tá fazendo nesse mês 20 anos de um grande desgosto que tive, acredito que tenha sido o maior da minha vida. E depois desse ano, simplesmente é um mês sem brilho pra mim, mês de lembranças chatas, enfim, sempre torço para que passe batido.

Não quero dizer com isso, que eu fique deprê ou ache que em agosto só aconteça desgraças, mas pra mim não apetece, levo uma vida normal, não fico pensando nisso todo dia que deito e me levanto, mas quando penso na palavra agosto, a primeira coisa que me vem na cabeça é ? Desgosto.

Minha vida passou por grande transformação depois desse mês, graças aos deuses, coisas maravilhosas me aconteceram, e a partir daí passei a ter uma outra vida, com novos objetivos e novas metas.  Mas, em compensação a mudança veio a ferro e fogo, e por isso marcou tanto em mim. Sempre me questiono se precisava ter sido assim, tão doído, mas enfim, vai saber o por que de certos acontecimentos....

É isso, hoje é dia 1 de agosto, espero que ele avoe!!
E que chegue logo outubro e novembro, que pra mim, são os meses mais gostosos.
Não sei o por que disso, mas adoro outubro e novembro, sempre gostei....Tinha vontade de ter um filho nesses meses, mas infelizmente não tive esse presente.

Vem agosto.
Venha a gosto!

E seja bom para todos, com muita saúde e paz!




31 de julho de 2014

Pequenas Aventuras 33




Hoje lembrou dos beijos...
A sensação de abandono
corpo largado, calafrios
cores, nuances
cheiros, sabores, desejos
amores

Em sua memória, ela carrega toda essa gama de sensações.
Eternizadas para todo o sempre.

[Ana Sixx]


Imagem: Francesca Dafne Vignaga