13 de janeiro de 2016

Filmes 8

Nesses últimos dias aproveitando esse tempo de férias escolares e com a vida menos corrida, pude ver mais uns filmes muito legais.
Amei todos, dessa leva o mais fraquinho foi "Coisas que perdemos pelo caminho", mas os outros todos gostei muito!
Podem conferir!




















12 de janeiro de 2016

Sobre feridas e cicatrizes....





Das coisas que aprendi nesses últimos anos, tiro algumas conclusões da vida.
Uma delas, e que escrevo aqui depois de muito refletir, é que: feridas JAMAIS cicatrizam...
Não existe nada, nem ninguém que possa fechar um ferimento que algum dia você teve na alma e no coração.
Passam-se dias, meses, anos, pessoas vão e vem, muitas vivências experimentamos mas a ferida fica lá, quietinha, sob uma casquinha frágil que sem saber, cuidadosamente mantemos, achando que tá tudo no controle, que já foi, que somos a guia dos nossos pensamentos e passos.
Não, você não é....

Um dia, aquela casquinha sai, e aí, minha amiga, verás o tamanho do rombo, não era uma feridinha, era uma cratera giga que você durante anos manteve ali adormecida sem saber...

Não estou falando de raiva, nem ódio, nem rancor, nada disso.
Estou falando mesmo da imensidão de vazio que se leva inutilmente dentro de si, e que simplesmente num belo dia começa a jorrar por todos os lados.
E você fica ali, tentando de alguma forma estancar aquilo, sem sucesso, e acaba descobrindo que pr'aquela ferida, não há cura.
Não há, simples assim.

Terá que conviver com aquilo, seja lá do jeito que for, tentando se manter forte, e todo dia ao acordar, pensar: lá vem outro dia pra me engolir....
E ser sugada pra dentro do pensamento como se fosse uma pessoa que se afoga no mar, tentando se segurar em algum lugar, tateando no meio de tanto pensamento.

Olha, viver não é bolinho não....


23 de dezembro de 2015






Não me aproximo porque, veja bem, sabe lá quem habita a tua solidão. Hesito. Recuo. Me afasto tristíssima. E te imagino em poses e sorrisos, voz grave e cabelos desgrenhados, preso nas minhas fantasias mais loucas e movimentadas. Numa delas sou um bichinho invisível, com asas, que adentra tua casa e te observa em segredo. Faço o contorno do teu corpo todo com os olhos, parada contra a parede do teu quarto, imóvel, enquanto tu te atiras na cama. Cansado. Tu olhas para o teto imaginando mil coisas, memórias, compromissos, desejos, saudades. Te fito com dor. A luz do abajur faz sombra na tua pilha de livros, que folheei um dia e quis pedir emprestado mesmo sabendo que não havia intimidade para pedidos. Por razões que desconheço, nossas aproximações foram sempre pela metade. Interrompidas. Um passo para a frente e cem para trás. Retrocessos. Descaminhos. Procuro sinais de algum amor teu. Vestígios de noites passadas. Tu não me vês, estou incógnita a te observar. Como sempre estive, olhando pelas janelas, de longe, coração apertado. Nós poderíamos ser amigos e trocar confidências. Assistiríamos a filmes, taça de vinho nas mãos, e tu me detalharias as tuas paixões e desatinos. Nós poderíamos ser amantes que bebem champanhe pela manhã aos beijos num hotel em Paris. Caminharíamos pela beira do Sena, e eu te olharia atenta, numa tentativa indisfarçável de gravar o momento e guardá-lo comigo até o fim dos meus dias. Ou poderíamos ser apenas o que somos, duas pessoas com uma ligação estranha, sutilezas e asperezas subentendidas, possibilidades de surpresas boas. Ou não. Difícil saber. Bato minhas asas em retirdas. Tu dormes, e nos teus sonhos mais secretos, não posso entrar. Embora queira. À distância, permaneço te contemplando. E me pergunto se, quem sabe um dia, na hora certa, nosso encontro pode acontecer inteiro. Porque tu és o único que habita a minha solidão.


(Caio Fernando de Abreu)



Esse li chorando....tão verdadeiro que é....


7 de dezembro de 2015

Filmes 7

Dias sem postar os filmes que vi, pode parecer que foram muitos, mas é muito menos do que eu queria.  Minha vida é tão corrida que nunca consigo ficar de bob assistindo um filme....
Tô com fé que nessas férias das crianças, eu consiga, kkkk
Gostei muito de todos, apenas vou tecer um comentário sobre o filme: "Poucas Cinzas - Salvador Dalí", eu acho que o filme tinha que ter produção européia, a temática pedia isso (eu acho), o papel do Salvador Dalí não era pra ter sido do Robert Pattinson, cara, muito fraquinha a interpretação, ficou até caricata a parada, não gostei.  Em compensação, amei saber mais sobre Federico García Lorca, personagem apaixonante.
E ontem vi "Cake" com a Jennifer Aniston, cara, sempre acostumada com ela fazendo papéis engraçadas, me surpreendi, ela é muito foda.



























12 de novembro de 2015

Sobre fechamento de ciclo





Nesses dias tenho pensado muito nisso...na morte!
Cara, essa é a única certeza que temos na vida né?
Todo o resto é passível a mudança, sempre a toda hora, a qualquer minuto, mas a morte não, ela é batata, e é a única coisa que cada um de nós sabe que um dia irá passar, seja lá quem for.

Então, com esses pensamentos mórbidos na cabeça, deixo aqui registrado o que eu quero que seja feito quando chegar o meu momento. Porque um dia ele chegará! (espero pelo menos que aconteça quando minhas meninas estiverem adultas e senhoras de si, sem ter que passar além da dor da perda por uma série de imposições que a família venha a fazer.)
Que meu ciclo seja longo...

Quando eu bater com as canelinhas não quero se enterrada.  Por favor, me façam pozinho e deixem que minhas filhas decidam aonde irão me depositar. De preferência que eu vire matéria orgânica nutritiva em alguma área verde (Corcovado, Pão-de-Açúcar, Arpoador, enfim, aonde elas decidirem) e que as duas juntas façam esse lançamento.
Caso eu morra em uma situação que possam utilizar órgãos, tecidos, ou seja lá o que for, por favor, façam isso, pra onde vou, não precisarei de nada dessas coisas, mas aqui na terra certamente haverá alguém que pode necessitar e muito disso para viver ou sobreviver bem.
Por favor, NÃO FAÇAM MISSA, não quero ladainha nos meus ouvidos almísticos. Nada de missa de mês, de missa de ano, xiiii, sai fora.
Eu sei que isso não se aplica a minha mãe, caso eu vá antes dela, porque ela é muito católica e não irá se controlar, rs

Mas, se mesmo assim, sentirem uma necessidade louca de fazer algo em minha memória.
Façam um almoço, reunam-se, brindem a vida que tive e aproveitem para nesse momentor criar um grupo, que consiga doações e levem num asilo, amo os idosos, pelas crianças sempre tem alguma coisa acontecendo, pelos idosos quase nunca.
No Brasil, quando se envelhece, se é esquecido, infelizmente....

Enfim, eu tava com vontade de escrever isso, de deixar registrado, nunca sabemos quando chega a hora do fechamento do nosso ciclo né?

Bjs


Imagem: Vida e Morte

28 de outubro de 2015

Naquele dia que você acorda com uma tristeza gigante dentro de si, daquela que te sufoca, e toca essa música no rádio...




Me diz onde estão teus sonhos
Onde me encontro dentro de você
Sou teu, basta estar seguro
Das dores de tudo
Não vai me perder

Me encontro em qualquer lugar
Perdido pra você me achar
Nas coisas que me esqueço
Invento

Me encontre em qualquer lugar
A tempo pra me encontrar
Me mostra a saída
Que eu entro

Vou te encontrar onde estiver
O tempo é nós dois
Você em mim

Sou teu, basta estar seguro
Das dores de tudo
Não vai me perder

Me encontro em qualquer lugar
Perdido pra você me achar
Nas coisas que me esqueço
Invento

Me encontre em qualquer lugar
A tempo pra me encontrar
Me mostra a saída
Que eu entro

Vou te encontrar onde estiver
O tempo é nós dois
Você em mim.

(Roberta Campos)

22 de outubro de 2015

Notícias sobre o meu emagrecimento !!!!



Tem tempo que não falo sobre isso, e se existe alguém que me acompanhe por aqui kkk deve ter pensado que larguei de mão dessa idéia.
Não só não larguei, como tenho objetivo bem audacioso, haahahaah

Povo entrei na academia em julho de 2014, no início de fevereiro comecei com um acompanhamento de nutricionista, nos primeiros meses só a academia, eliminei muito pouco peso, era até meio desanimador uma pessoa preguiçosa e devagar como eu, ir diariamente a academia e no final de 3 meses ver mixurucos quilos indo embora.
Mas, quando comecei com o acompanhamento, CARALEO, a balança desceu !!!!
Incrível como a associação atividade física x nutrição dá resultados.
Faço reeducação alimentar, não me interessa dietas, porque simplesmente quero ter vida normal, e dieta vira uma prisão, e isso não quero pra mim. Quero algo pra toda vida, não vou mais ficar gorda, acabou!

Estou agora na casa dos 62kg, em julho estava com 73,7kg, façam as contas....

Quero ter 60 kg, e criar massa, porque já tenho 44 anos e as coisas vão murchando, kkkk, já viu né?

A única coisa que me arrependo é de não ter começado esse movimento láaaaaaa atrás.....
Por que demorei tanto a me perceber? A gostar de mim? A querer ficar bonita?

Afe.....vai entender!!!

Então, você aí, que tá me lendo agora, e pensando em fazer, FAÇA, não espere, faça ontem!!!!
O momento é agora, e o agora é já!

Bjs


Imagem: Arquivo Pessoal (foto tirada ontem na academia)


9 de setembro de 2015



Das coisas que li hoje, e que me comoveu muito.
Uma das frases de Frida Kahlo, e que representa um sentimento meu.
Queria que essa mensagem corresse como poeira e chegasse ao destinatário, na impossibilidade, posto aqui!


"Se eu pudesse lhe dar alguma coisa na vida, eu lhe daria a capacidade de ver a si mesmo através dos meus olhos.  Só então você perceberia como é especial para mim."


As coisas são tão simples...viver é tão simples...a amizade é uma das coisas melhores do mundo, por que as pessoas se deixam aprisionar?
Quais pavores acorrentam as pessoas?
Por que apenas não relaxar, e deixar fluir a troca?
Sinceramente não consigo entender, por mais que eu tente, não consigo compreender esse engessamento das pessoas, na boa...
Preciso meditar mais, acho que é isso! 

30 de agosto de 2015

Pequenas Aventuras 44




passam-se dias, meses e anos
 e o silêncio,
 só aumenta...
macerando meu coração

Cada dia mais forte,
 grito,
dentro de mim.
Estou aqui !! 
e de volta tenho apenas
o triste eco da minha voz
aqui
aqui
aqui


[Ana Sixx]

22 de junho de 2015

Sobre não implorar amor, nunca!

 Outro texto que me chega como uma porrada no estômago....
 Vale a pena ler, quem nunca passou ou passa por isso?
 Boa Leitura !
****************************************************

"Não implores amor.
 Nem por um segundo.
 Nunca.

 Não peças algo que tem que ser dado de boa vontade.
 Não pechinches por um sentimento que tem que vir sincero.

Tudo que acontece de forma natural, acontece melhor.
 Sabes aquela vontade cada vez maior de falar com alguém?
 Aquela vontade incessante de saber mais sobre aquela pessoa, de estar mais com ela, de ter mais dela.
 E ter isso de volta. Sem forçar ou insistir.
 A atração simplesmente acontece.
 As coisas fluem.
 É natural.

Não vale a pena forçar uma situação que nitidamente não é para ser.
Tudo que é colocado sob pressão só encontra um resultado: explosão.
 Então pressionar alguém a estar contigo é burrice.
 Forçar alguém a amar-te é idiota e perda de tempo, não vai acontecer.
 O único resultado disso é decepção e mágoa.
 Em ti e no outro.

 E isso aplica-se às pessoas que tu acabaste de conhecer e a relacionamentos curtos e longos.

O máximo que tu podes fazer é dar motivos para que alguém goste de ti.
É seres uma ótima companhia, um ótimo companheiro.
Melhor, sê quem tu gostaria de estar junto!
Sê aquela pessoa inteligente, bem humorada e que tem a conversa interessante.
Sê aquela pessoa do abraço bom, aquela pessoa carinhosa que ilumina a sala.
Sê aquela pessoa que ninguém quer sair de perto.
O melhor que tu podes fazer é dar motivos para que alguém fique.
Porque mesmo que a pessoa vá...ela volta.
Volta porque quis.
Porque tu a fizeste voltar.
Sem pressão, sem pedir.

Não te vejas, nunca, na situação em que tu precisas pechinchar carinho e atenção.
Dentro de um relacionamento isso é uma das piores coisas que pode acontecer.

Acredita, quando uma pessoa está mesmo a fim de algo ou alguém ela move montanhas, nada é difícil o bastante para impedi-la.
Então se ela precisa ser romântica, carinhosa, fazer surpresas, ou declarações, ela fará!
Quando não está a fim, ou está acomodada, tudo parece penoso, tudo é difícil, tudo parece ser sacrificante.
E se tu chegaste ao estado de ficares feliz pelo menor mimo que seja...tu estás a implorar.
A entrega na relação tem que ser igual, tem que vir dos dois.
Não da mesma forma, já que cada um tem seu jeito, mas na mesma intensidade, sim.
Não te satisfaças com migalhas, mas também não fiques a implorar por afeto.
Toma uma atitude.

Porque antes de tudo tu tens que amar a ti mesmo. E isso é tão óbvio!
Quando tu te amas, tu crias espaço para que outro alguém possa se aproximar e te amar também.
Quando tu te iluminas, tu acolhes mais sorrisos.
Quando tu paras te implorar amor, tu estás pronto pra entregar o teu.

E receber o amor que tu mereces."