25 de setembro de 2013

Pequenas Aventuras 4



Eu sofro de amores por uma amizade perdida, era a mais linda e divertida. Compartilhada, vivida, intensa, irmandade mesmo. E depois de anos, ela simplesmente pegou sua vida, como se fosse uma mala e sumiu da minha. Assim, do nada, absolutamente nada. Descobri com isso que ainda possuía um último laço que me prendia as amizades convencionais, porque foi uma dor tão infinita de perda, de orfandade. E eu, que falava tanto em liberdade na amizade não estava conseguindo ter o entendimento daquela perda. Amizade é liberdade, sempre, mesmo que longe da gente !


[Ana Sixx]

ps: essa eu fiz pensando na minha amiga-irmã Claudia Barbosa, e incrivelmente no dia 02/03/14, ele voltou        pra minha vida, com sua malinha, de volta. Foi um reencontro emocionante, embora virtualmente apenas,      mas em breve, nos veremos e vamos dar aquele abraço de vida toda!!





Um comentário:

Edenilde Bezerra disse...

Linda mensagem... ❤️