26 de março de 2014

Tem tempos...




Tem tempos que me bate uma tristeza...
Uma vontade de chorar...
De  ficar bem quietinha num canto, só chorando....
Aquela hora que todas as suas dores estão expostas e você as vive e revive...

Esse tempo passa, e você acaba conseguindo colocá-las novamente, na sua caixinha interna de tristeza e voltar a sua vida normal.
Que passe logo esse meu momento, que não gosto de ficar com essa sensação.

25 de março de 2014

Me identificando...



Ontem vi esse texto no facebook, e na hora que li me identifiquei de imediato. Tirando o lance da televisão, que de vez enquando eu curto assistir, tudo se encaixa perfeitamente na minha pessoa.
Em pensar que por anos e anos, tive uma auto-estima no pé, o que aliás, acabou me custando a perda daquilo que eu mais amava...Por que permitimos esses pensamentos? Maldito seja esse rótulo de beleza que existe na nossa sociedade.
Hoje me vejo tão bonita, tão apaixonante, tão mágica...Fico feliz em estar digitando isso aqui, uma pena não ter essa consciência no passado.
Mulheres, libertem-se, somos lindas! Somos poderosas! Somos mágicas!



"Não te apaixones por uma mulher que lê, por uma mulher que tem sentimentos, por uma mulher que escreve...
Não te apaixones por uma mulher culta, maga, delirante, louca. Não te apaixones por uma mulher que pensa, que sabe o que sabe e também sabe voar, uma mulher confiante em si mesma.

Não te apaixones por uma mulher que ri ou chora quando faz amor, que sabe transformar a carne em espírito; e muito menos te apaixones por uma mulher que ama poesia (estas são as mais perigosas), ou que fica meia hora contemplando uma pintura e não é capaz de viver sem música.

Não te apaixones, por uma mulher que está interessada em política, que é rebelde e sente um enorme horror pelas injustiças.  Não te apaixones por uma mulher que não gosta de assistir televisão. Nem de uma mulher que é bonita, mas, que não se importa com as características de seu rosto e de seu corpo.

Não te apaixones por uma mulher intensa, brincalhona, lúcida e irreverente.  Não queiras te apaixonar por uma mulher assim. Porque quando te apaixonares por uma mulher como esta, se ela vai ficar contigo ou não, se ela  te ama ou não, de uma mulher assim, jamais conseguirás ficar livre..."

(Martha Rivera Garrido)


Imagem: Lady Godiva, John Collier, 1897

24 de março de 2014


Recomeçar

Não importa aonde você parou...Em que momento da vida você cansou...O que importa é que 
sempre é possível e necessário ""Recomeçar".

Recomeçar é dar uma chance a si mesmo...É renovar as esperanças na vida e o mais 
importante...acreditar em você de novo.

Sofreu muito nesse período?Foi aprendizado...

Chorou muito? Foi limpeza da alma...

Ficou com raiva das pessoas? Foi pra perdoá-las um dia...

Sentiu-se só por diversas vezes?É porque fechastes a porta até para os anjos...

Acreditou que tudo estava perdido? Era o início da tua melhora...

Pois...agora é hora de reiniciar...de pensar na luz...De encontrar prazer nas coisas simples de 
novo.

Um novo curso...ou aquele velho desejo de aprender a pintar...Desenhar...Dominar
o computador...ou qualquer outra coisa...

Olha quanto desafio...quanta coisa nova nesse mundão de meu Deus te esperando.

Tá se sentindo sozinho? Besteira...tem tanta gente que você afastou com o seu "período de 
isolamento"...Tem tanta gente esperando apenas um sorriso teu pra "chegar" perto de você.

Quando nos trancamos na tristeza...Nem nós mesmos nos suportamos...Ficamos horríveis
O mal humor vai comendo nosso fígado...até a boca ficar amarga.

Recomeçar...hoje é um bom dia pra começar novos desafios.
Onde você quer chegar?Ir alto...sonhe alto...Queira o melhor do melhor...Queira coisas boas
 para a vida...Pensando assim trazemos pra nós aquilo que desejamos...
Se pensamos pequeno...Coisas pequenas teremos...
Já se desejarmos fortemente o melhor e principalmente lutarmos pelo melhor...
O melhor vai se instalar na nossa vida.

E é hoje o dia da faxina mental joga fora tudo que te prende ao passado...
ao mundinho de coisas tristes...Fotos...peças de roupa, papel de bala...
Ingressos de cinema, bilhetes de viagens...E toda aquela tranqueira que guardamos
quando nos julgamos apaixonados...Jogue tudo fora...mas principalmente...
esvazie seu coração...fique pronto para a vida...
para um novo amor...

Lembre-se somos apaixonáveis...Somos sempre capazes de amar muitas e muitas vezes...
afinal de contas...

Nós somos o "Amor"...


(Paulo Roberto Gaefke)


21 de março de 2014





Volto a mim
a mergulhar
 em você
nado, agora,
nas margens
de tua boca
ao contornar ela, 
sinto tua forma,
teu calor
tua textura
quando alarga
a geografia
reconheço
teu encantador 
sorriso claro, 
verdadeiro
iluminado
como a tua aura
Na alma
de minha boca
sinto o gosto
inesquecível
do teu beijo
mas, continuo
só dentro de mim, 
a mergulhar 
em você...


(Carla Ramos)


Encontrei essa poesia andando pelo facebook.

20 de março de 2014

Claudia



Nessa semana, todos assistimos estarrecidos o final de Claudia.
Mulher de 38 anos, pobre, preta, moradora de favela, mãe, filha, irmã, esposa que foi alvejada em situação ainda não explicada (policiais dizem que havia troca de tiros, moradores dizem que os policiais já entraram atirando), enfim, e após ter sido ferida, ainda é levada em um carro de polícia, jogada na mala do carro, como se pouco fosse, como se nada fosse e por fim, tem seu corpo ARRASTADO, por uma via pública....
Não tivesse sido filmado, estaria ela na estranha estatística das fatalidades que ocorrem diariamente no Rio de Janeiro.

Cara, eu nem sei, o que falar sobre isso...Sinceramente, me faltam palavras...

É triste, é apavorante, é assustador...

Que Deus ilumine Claudia!
Que Deus ilumine e proteja seus filhos e seus sobrinhos...
Que proteja essa família e também todas as outras...

Sociedade de merda essa em que vivemos!

Meu sobrinho escreveu sua indignação no facebook, e eu fiquei muito orgulhosa em saber que ele está no caminho legal. Garoto ainda e  tão lúcido em suas palavras.


"Sobre o que aconteceu com Cláudia da Silva Ferreira, digo que não quis ver o vídeo. Não tive vontade de vê-lo por acreditar que isso só alimentaria sentimentos negativos. A realidade, entretanto, não pode ser deixada de lado até cair no esquecimento. Aproveitando tal fato, queria falar dessa (assassina) aversão a pobres (e negros).

Aversão essa que vejo e ouço diariamente, com infelizes comentários preconceituosos que rotulam os moradores de favelas, como "devia ser mulher de bandido" e "ah, mas tinha uma cara de traficante" - referente ao caso Amarildo.
É triste pensar que Claudias e Amarildos - pobres - são mortos diariamente por essa PM que, na teoria, é formada por pessoas que, adivinham: também são pobres!
O mesmo acontece com Guardas Municipais - pobres - que reprimem, muitas vezes violentamente, vendedores ambulantes que também são pobres!

Das manifestações - onde a violência é bem branda, se comparada à violência nas favelas - digo que os policiais atacam quem luta, principalmente, pela classe desfavorecida. Classe esta em que estão incluídos. Ou seja: lutamos, principalmente, pelo direito dos pobres e somos atacados por... pobres.

A aversão a pobres também está (e principalmente) nos olhares dos frequentadores de shoppings como o da Gávea, e galerias de Ipanema a Leblon. Que quando entra um pobre moleque mal vestido em um espaço desses, o segurança - que é pobre - o expulsa como se o moleque não pudesse acessar tal espaço.

Estes repressores de pobres: PMs, Guardas Municipais, seguranças de shoppings - na sua grande maioria, pobres - são subordinados dessa classe média que não liga se há pessoas pobres morrendo de fome. Pois afirmo, sem dúvida: não ligam. O seu egoísmo segregador é extremamente incompatível com a ascensão das classes desfavorecidas. É fácil criticar um bolsa-família, por exemplo, quando sempre se teve tudo. Aí exaltam sua meritocracia, enquanto tem gente que não tem a possibilidade sequer de ler um livro, seja por falta de acesso, seja por falta de educação.
Estes repressores são subordinados de políticos que só olham para a classe média. Visto que esta tem aversão a pobres, entramos num problemático ciclo de: aversão a pobres.

A burguesia, realmente, fede! E quantos aos que tem aversão a pobres, digo que são os verdadeiros pobres. No caso, pobres de espírito.

* Insisto - sem nenhum tipo de discriminação - na palavra 'pobre', pois é assim, infelizmente, que são vistos. E de fato, são pobres. O problema está no jeito pejorativo como são vistos e isso, essa aversão, gera (algum d') os problemas citados." (Pedro Sol Vieira)


Imagem: http://thinkolga.com/2014/03/19/100-vezes-claudia



Pequenas Aventuras 22



e ela descobre que foi a única responsável pelo desencontro,
das coisas que deixou de fazer,
das  coisas que deixou de falar...
assumir a culpa, 
dói
sangra.
saber que tudo foi alterado, todo o caminho.
histórias de vida.
vidas.
levar consigo o vazio.
a dor.
a solidão do sonho.
imensidão...
é caminhar por entre névoas, em seus sonhos.
sozinha com sua culpa.
rasgada, aberta.

que os deuses tenham piedade dessa mulher, ela não fez conscientemente
se a roda do tempo girasse, voltasse, voasse...

[Ana Sixx]

19 de março de 2014

Mexer o esqueleto !



Ah saco esse lance de emagrecer.
Putz, é minha meta pra esse ano, uma coisa que eu tava desejando muito não vai se concretizar mesmo, então decidi que vou cuidar do meu corpo, e eu preciso eliminar uns kg, não é muita coisa....
Se eu retirar 7 kg da minha vida já vou estar bem pacas, mas fiquei pensando, quem tira 7, pode tirar 10 né?

A foda é que a gente acaba se sabotando.
Binho me deu uma bicicleta ergométrica, e eu não consigo andar nessa porra, é muito chato ficar andando assim, sem uma orientação, sei lá....

Daí pensei, vou caminhar!
As meninas entram na escola de manhã, vou aproveitar e bater uma canelinha, 1 hora de caminhada vai ser muito bom.  Mas cadê que eu começo?
É um processo de sabotamento incrível....Caraleo.

Nesses dias falei com Binho, será que na musculação eu consigo emagrecer? Ele me deu maior força, e agora estou tomando coragem pra ligar e pegar as informações na academia.

Enfim, é isso, nesse momento estou me preparando pra começar a cuidar de mim.
Nunca fiz isso.
Sempre cuido dos outros e nunca de mim, sou muito largada, não tenho saco pra a maioria das coisas que as mulheres se matam pra fazer como: unhas, cabelos, academias, depilações...na real acho tudo uma tremenda baboseira, não tenho paciência, acho um troço muito chato!! Vc que me lê nesse momento, NUNCA vai me ver de unhas pintadas e nem perdendo tempo com isso, porque definitivamente não gosto.

Mas, eu tô na pilha de emagrecer, me sentir bonita, é bom a gente ter esse sentimento né?

Vamo que vamo!

14 de março de 2014

Pequenas Aventuras 21






enquanto vive, ela olha para os seus dedos
e vê neles todas as suas dores.
nas pontas deles
escorrem as lágrimas 
que sempre transbordaram de sua alma

protetores dedos,
que tantas vezes foram levados até seus olhos
para que impedissem 
que aquela lágrima
pudesse abrir as comportas de todo o mar
que dentro dela existe.

toda a profundidade dela está ali 
tatuada na sua impressão digital.


[Ana Sixx]







11 de março de 2014

Pequenas Aventuras 20






lembrança  é algo que fica na memória, para que a gente possa sempre reviver momentos e pessoas.

em uma tarde, de um Carnaval passado, ela dormia.
acorda sobressaltada, alguém a observa.
era ele.
pergunta, o que foi?
ele responde: 
nada, olhava você dormindo.
nunca tinha te visto assim.

lembrança, janela para o passado...


[Ana Sixx]

6 de março de 2014

Pequenas Aventuras 19




hoje sonhei com meu sonho.
um sonho doce, daqueles que te enchem de alegria
um sonho de olhares, emoções, toques, sutileza....
vivendo um momento de ternura e cumplicidade.
a lágrima que agora cai, é de saudades e de alegria,
porque por um momento, foi real.

hoje sonhei com meu sonho...


[Ana Sixx]


Imagem: tela de Marc Chagall, 1915